Sábado
19 de Outubro de 2019 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Newsletter

Webmail

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Abertura da gestão da folha de pagamento beneficia servidores e magistrados

Negociações geraram redução de taxas e isenções.           A abertura da gestão da folha de pagamento do Tribunal de Justiça de São Paulo para os bancos interessados mobilizou magistrados e servidores nas últimas semanas. O Banco do Brasil, que detinha a exclusividade da folha, terminou o prazo como o banco de maior adesão, seguido do Bradesco e Santander. O Tribunal de Justiça de São Paulo informará às comarcas o resultado inpidualizado.         Durante todo o período de escolha dos bancos habilitados – de 17 de setembro a 4 de outubro – o sistema do TJSP funcionou sem intercorrências e de maneira estável, permitindo que todos os magistrados e servidores, ativos ou aposentados, pudessem fazer sua escolha de acordo com os benefícios negociados.           Benefícios         A maior concorrência permitiu que servidores e magistrados pudessem negociar melhores tarifas e diminuições nas taxas de crédito imobiliário e consignado, optando, entre os bancos credenciados, por aquele com mais benefícios para cada situação. As equipes dos postos de atendimento dos bancos, montados nos prédios do Tribunal, forneceram informações e personalizaram serviços. Houve casos de redução de 340 para 180 parcelas de crédito imobiliário, reduzindo em cerca de 300 mil reais o valor total a ser pago.         Outra servidora com quase 30 anos de serviço aproveitou o pacote mínimo exigido pelo edital do Tribunal de Justiça de São Paulo para deixar de gastar, em taxas de manutenção da conta corrente, cerca de 70 reais mensais (o que equivale a uma economia de R$ 840 ao ano).           Um dos benefícios oferecidos pelos bancos credenciados foi a redução nos juros do crédito consignado, comemorada por muitos funcionários. Servidores conseguiram renegociar dívidas e diminuir o valor das prestações. “Eu tinha um empréstimo a uma taxa de juros de 1,98% ao mês e o banco baixou para 0,90%”, conta uma funcionária. Ela também negociou um cartão de crédito mais vantajoso, que computa o dobro de pontos a cada dólar gasto.           Postos bancários         Com a inovação do novo modelo de credenciamento para a gestão da folha de pagamento, o uso de espaços nos prédios do Tribunal para instalação de postos bancários terá alterações.         Nas comarcas de entrância Inicial, os espaços atualmente ocupados serão transferidos – se o caso – para o banco credenciado que obtiver maior número de aderentes na comarca, respeitado sempre o espaço mínimo para execução dos serviços de manejo dos depósitos judiciais, para se evitar transtornos aos jurisdicionais e advogados.         Já nas comarcas de entrâncias Intermediária e Final, os espaços dos prédios serão redimensionados para, sempre que possível, permitir mais de uma agência, trazendo, assim, mais conforto aos servidores e magistrados da localidade.  Será preservado um espaço mínimo para execução dos serviços relacionados aos depósitos judiciais. Identificados os espaços disponíveis em comarcas de intermediária e final, será iniciado procedimento licitatório de disputa por pregão reverso, vencendo a instituição financeira credenciada que apresentar a melhor remuneração pela permissão de uso.                     imprensatj@tjsp.jus.br  
07/10/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.