Quinta-feira
09 de Dezembro de 2021 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

Grupo Santa Joana apresenta ao TJSP os avanços da Medicina Fetal

Doenças são detectadas no ventre da mãe.     Antonio Amaro, médico diretor do Grupo Santa Joana, e Gustavo Ungaro, professor e advogado, foram recebidos ontem (14), no Palácio da Justiça, pelo presidente Geraldo Francisco Pinheiro Franco e pelo juiz assessor da Presidência (Gabinete Civil) Rodrigo Nogueira.     Durante a reunião, os magistrados conheceram uma iniciativa filantrópica, que busca fomentar a Medicina Fetal no Sistema Único de Saúde (SUS), para ampliar o acesso de gestantes a esses procedimentos e o número de profissionais habilitados a executá-los. O projeto – que inclui o HCor e o Grupo Santa Joana, por meio dos hospitais e maternidades Santa Joana, Pro Matre e Santa Maria – pretende capacitar médicos e equipes multidisciplinares de unidades públicas de saúde para realizarem cirurgias intrauterinas.     O médico Antonio Amaro trouxe o programa ao conhecimento do Poder Judiciário em busca de apoio à expansão da medicina fetal, por meio de procedimentos que possibilitam o diagnóstico e o tratamento de persas doenças do feto e contribuem para a garantia do bem-estar e da saúde do binômio materno fetal. O objetivo é atingir uma redução drástica dos graves efeitos da malformação fetal, com melhora da qualidade de vida futura dos bebês e diminuição da dependência de ações assistenciais paliativas.     Dividido em três etapas – método, resultado esperado e objetivo – e com várias já realizadas, o programa será apresentado também à direção da Escola Paulista da Magistratura para conhecimento dos magistrados, via cursos e/ou palestras, com identificação rápida das soluções nos casos concretos em que a Justiça for acionada.     O Programa Filantrópico de Formação de Profissionais da Medicina e Multidisciplinares do SUS prevê os seguintes próximos passos:     • ampliação do número de instituições beneficiadas em âmbito nacional;     • auxílio na criação de um Projeto de Lei incentivando o fortalecimento da Medicina Fetal e das práticas corretivas intrauterinas, bem como com uma emenda parlamentar beneficiando os hospitais públicos que necessitem de aquisições para possibilitar a adoção dos procedimentos adequados de Medicina e     • busca de apoio do Ministério da Saúde na incorporação de cirurgias intrauterinas para correção da mielomeningocele no SUS.           imprensatj@tjsp.jus.br     Siga o TJSP nas redes sociais:     www.facebook.com/tjspoficial     www.twitter.com/tjspoficial     www.youtube.com/tjspoficial     www.flickr.com/tjsp_oficial     www.instagram.com/tjspoficial
15/10/2021 (00:00)
Visitas no site:  6464414
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.