Sábado
15 de Agosto de 2020 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

TJSP na Mídia: Subprocurador-geral de Justiça enaltece o trabalho da Magistratura paulista, informa portal

Em Jundiaí, jornal noticia o projeto Adote um Boa-Noite. Meios de comunicação abordaram temas relacionados ao Tribunal de Justiça de São Paulo. O portal Consultor Jurídico (ConJur) publicou, na terça-feira (28), palavras proferidas pelo novo subprocurador-geral de Justiça de São Paulo à Corte paulista durante sua primeira participação no Órgão Especial do TJSP. Já o Jornal de Jundiaí pulgou, hoje (30), matéria abordando o programa Adote um Boa-Noite, criado pela Justiça bandeirante, que visa estimular a adoção tardia. Conforme noticiou o ConJur, na sessão do Órgão Especial realizada no dia 22, Arnaldo Hossepian criticou a generalização de condutas como forma de atingir a Magistratura. De acordo com o subprocurador-geral de Justiça, "aqueles que não conseguem reconhecer o trabalho hercúleo dos magistrados e desembargadores de São Paulo, seguramente, ou são pessoas portadoras de má-fé ou que não conseguem compreender a realidade do nosso estado e as vicissitudes que a Magistratura enfrenta". Segundo Hossepian, "o ataque à honra do TJSP representa um ataque ao Ministério Público paulista". O Jornal de Jundiaí informou que oito adolescentes da cidade aguardam adoção, além de outros três com mais de 18 anos que possuem algum tipo de deficiência. Entrevistado, o juiz da Vara da Infância e Juventude de Jundiaí, Jefferson Barbin Torelli, falou do projeto Adote um Boa-Noite. “O que procuramos fazer é a sensibilização para a importância da adoção tardia. O jovem que está na adoção já perdeu tudo, não tem um vínculo familiar, então não tem perspectivas quando atingir a maioridade e precisar seguir a vida”, disse o magistrado. A assistente social do fórum de Jundiaí, Viviana Gualtieri, contou que o processo para adoção tardia é mais simples, pois não há filas: “A pessoa interessada pode entrar no site do TJ e ver as crianças e adolescentes. Para se inscrever, é preciso mandar um e-mail para a Vara da Criança e do Adolescente, o técnico entrará em contato e será feita uma avaliação e a habilitação para a adoção”, falou.   Adote um Boa-Noite O projeto Adote um Boa-Noite tem por objetivo estimular a adoção de crianças e jovens com mais de oito anos e/ou que possuam algum tipo de deficiência – daqueles que se candidatam a adotar, cerca de 90% buscam crianças pequenas. Desde outubro de 2017, o site www.tjsp.jus.br/adoteumboanoite pulga fotos e relatos de crianças e adolescentes acolhidos pelo Poder Judiciário. A ideia é dar visibilidade a esses jovens, mostrando-os como sujeitos de direitos, parte integrante da sociedade, além de tentar contribuir com a evolução da concepção social de adoção, ampliando a baixíssima quantidade de adoções com esse perfil. O programa já concretizou 25 adoções. Outros seis adolescentes que não participavam do Adote um Boa-Noite foram adotados por pessoas atraídas pelo projeto. Atualmente há 30 processos de adoção estão em andamento pelo programa.   imprensatj@tjsp.jus.br   Siga o TJSP nas redes sociais: www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial   
30/07/2020 (00:00)
Visitas no site:  1919931
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.