Sexta-feira
12 de Agosto de 2022 - 

Controle de Processos

Insira seu usuário e senha para acesso ao software jurídico

Notícias

TJSP sedia V Encontro do Fórum Nacional de Juízes Criminais (Fonajuc)

Integrantes do CSM prestigiaram abertura. Com a participação presencial e on-line de magistrados de todo o país, teve início ontem (24), na Escola Paulista da Magistratura (EPM), o V Encontro do Fórum Nacional de Juízes Criminais (Fonajuc), realizado com o apoio da Associação dos Magistrados Brasileiros (AMB) e da Associação Paulista de Magistrados (Apamagis), tendo como tema central “Desafios da magistratura: Justiça Criminal na era tecnológica”. O evento contou com a participação de integrantes do Conselho Superior da Magistratura do Tribunal de Justiça de São Paulo: o presidente do TJSP, desembargador Ricardo Mair Anafe; o vice-presidente, desembargador Guilherme Gonçalves Strenger; e o corregedor-geral da Justiça, desembargador Fernando Antonio Torres Garcia. O desembargador Edison Aparecido Brandão, diretor de Defesa da Segurança e das Prerrogativas do Fonajuc e da Comissão Segurança do TJSP, agradeceu a participação de todos e salientou a união de propósitos dos fundadores e integrantes do Fórum e a preocupação com as garantias das vítimas. Ele recordou também a primeira audiência de interrogatório por videoconferência do país, realizada no TJSP em 1996, ferramenta hoje básica no Tribunal. “Para fazermos algo que dê certo, é necessário ousar e o Fonajuc é isso: ousadia perpétua”, frisou.  A presidente do Fonajuc, juíza Karen Schubert, agradeceu a acolhida do TJSP e a participação de todos e enfatizou a semelhança de ideais e sonhos dos integrantes do Fórum, bem como a vocação para a inovação e para a produção acadêmica. “Espero que esse Fórum traga ideias novas para ultrapassarmos todas as barreiras no enfrentamento da criminalidade, cada vez mais tecnológica”, afirmou. O presidente Ricardo Anafe ressaltou a honra pela realização do Fórum no TJSP e a oportunidade de debate de juízes criminais de diferentes estados e tipos de Justiça. Salientou também a importância da inovação no Judiciário, destacando a evolução da Justiça Criminal no TJSP com a implementação do sistema de teleaudiência de réu preso, ao diminuir custos, riscos, horas de deslocamento do preso e evitar outros transtornos para o sistema carcerário, além de aumentar a celeridade, mantendo as garantias do devido processo legal. “Com certeza virão novas e grandes ideias desse Fonajuc”, concluiu. A mesa de abertura também teve a participação das juízas Vanessa Ribeiro Mateus, presidente da Apamagis; Erika Silveira de Moraes Brandão, vice-diretora de Comunicação do Fonajuc; Safira Maria de Figueredo, corregedora da Justiça Militar da União e secretária do Fonajuc; e Vaneska da Silva Baruki, secretária do Fonajuc. Na sequência foi realizada palestra do jornalista Augusto Nunes. Ele manifestou sua admiração e respeito pelos juízes, lembrando o rigor e a seriedade do processo seletivo para ingresso na magistratura e afirmou que os juízes representam pessoas que defendem a lei, incorruptíveis, e merecem a confiança do cidadão. Ele também discorreu sobre a democracia no país, ponderando que “a democracia brasileira precisa amadurecer e todas as instituições devem cuidar dela”. Também participaram do evento o desembargador do TJSP Sidney Romano dos Reis; a presidente da AMB, juíza Renata Gil de Alcantara Videira (on-line); e a diretora Social e de Eventos do Fonajuc, desembargadora Cínthia Schaefer, entre outros magistrados. imprensatj@tjsp.jus.br Siga o TJSP nas redes sociais: www.facebook.com/tjspoficial www.twitter.com/tjspoficial www.youtube.com/tjspoficial www.flickr.com/tjsp_oficial www.instagram.com/tjspoficial www.linkedin.com/company/tjesp 
24/06/2022 (00:00)
Visitas no site:  9536477
© 2022 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia
Pressione as teclas CTRL + D para adicionar aos favoritos.